11 4551.1128 | 11 9 9567.9430 ou 11 9 8433.4484 mkt@agenciadb.com

Dizem as estatísticas que as mulheres são as grandes empreendedoras da ‘era aberta’ do mundo. À frente de negócios grandes e pequenos, muitas de nós são a mão que impulsiona a marcha da economia (e muitas já ocupam cargos no alto escalão de gigantes do mercado).

Mas bem sabemos que realizar o sonho de estar à frente de um ‘negócio pra chamar de meu’, é tarefa que exige dedicação, pesquisa, desprendimento e mais um sem número de considerações – e isso vale para qualquer pessoa que queira empreender. Meu pai sempre nos alertou sobre o fato de usar o próprio nome à frente de uma empresa – se, por ex., depois se quer vender, surge o primeiro impasse: ninguém quer adquirir e tocar um negócio que tem um nome personalizado que o liga a algo único. Isso não significa que você não possa usar seu nome como marca, apenas que deva considerar todas as possibilidades – e correr os riscos que achar pertinentes.

Assim, para negócios em geral, confira algumas recomendações de especialistas sobre o ‘nome perfeito’ se você sonha com essa empreitada – e boa sorte! 😉

 :. Prefira nomes curtos – são mais fáceis de memorizar e uma marca se torna forte quando é lembrada pelo consumidor. Considere também que o nome da sua marca será usado para e-mails, sites, redes sociais, etc.

:. Escolha um nome fácil de pronunciar – isso ajuda a localizar a marca – especialmente na web, que hoje é um canal bastante importante em qualquer segmento.

:. Não copie o concorrente – nomes parecidos confundem o consumidor e podem gerar complicações judiciais.

:. Evite nomes muito comuns – eles não distinguem a marca das demais empresas existentes no mercado.

:. Não use seu nome – embora seja uma forma de personalizar o negócio, se a empresa for vendida, ou falir, seu nome ficará associado a ela. Considere o uso das siglas: elas personalizam, mas ampliam o alcance da marca.

:. Evite nomes que façam sentido só para você – para ter um maior alcance, ele deve ser auto-explicativo e ser coerente com o propósito comercial da empresa.

:. Registre o domínio – faça uma busca na internet e cheque se não há outra empresa com o mesmo nome (para consulta, acesse o site Registro Br).

:. Registre a marca (mais especialmente se o seu negócio é físico) – faça uma consulta previa no INPI e certifique-se de que a marca está disponível para ser usada e registrada (acesse o site do INPI).


Fonte: Estadão / Imagem adaptada: Google